domingo, 20 de maio de 2012

Remédio caseiro para íngua

As ínguas poderão ser o resultado de uma infecção próxima dos gânglios linfáticos. Por vezes extremamente dolorosas, costumam manifestar-me, primordialmente, junto da região das axilas, pescoço e virilhas (são caroços que aparecem em baixo da pele, também chamados de adenite).
Uma boa forma de resolver este problema é através de geoterapia, bastando, para isso, apenas recorrer à utilização de cebola e argila para a preparação do remédio, que quando aplicado com alguma frequência, ajudará a resolver este problema o mais rapidamente possível.
Para preparar este remédio precisará de utilizar compressas de argila misturada com cebola ralada. A compressa deverá ser aplicada bem morninha, sendo extremamente importante que não se esqueça de substitui-la a cada 2 horas por uma totalmente nova, pois só assim terá a oportunidade de obter todos os resultados pretendidos no tratamento desta infecção.
Como complemento a este tratamento, sugere-se que ingira 3 xícaras de chá de folhas de eucalipto numa base diária. As proporções utilizadas neste chá deverão corresponder a 40 gramas de folhas de eucalipto para casa litro de água.
Tente evitar a adição de açucar processado ao chá, mas se vir a necessidade de adoçá-lo um pouco, poderá adicionar uma pequena quantidade de mel, só mesmo para tornar o sabor um pouco mais agradável.
Este problema é bastante comum, e inicialmente não deverá ser considerado como sendo de grande gravidade, a menos que o aspecto da infecção se apresente num estado particularmente invulgar.
Ao utilizar os remédios caseiros recomendados, os caroços dolorosos que caracterizam este problema acabarão por desaparecer em apenas alguns dias, sem que seja necessário recorrer a qualquer outro tipo de tratamento que envolva a ingestão de medicação.

Geoterapia

A geoterapia é um tratamento holístico e completamente natural, elaborado apenas com frutos da nossa Mãe Natureza. Normalmente utiliza-se argila, barro, pedras e cristais.

Sem comentários:

Enviar um comentário